med villas

estudo de tipologia

In situ

local: algarve
cliente: privado
área: 837 m²
fase: conceito
ano: 2021


arquitectura: aro arquitectos
imagens 3d: aro arquitectos

Equipa:

Devido à localização precisa do novo projecto, Sul de Portugal, decidiu-se amarrar a linguagem do novo edificado a uma espécie de identidade “mediterrânica”. Com isto, a primeira intenção de projecto passou por clarificar uma série de características, ou constantes desta linguagem, já muito reutilizada e reinterpretada por vários arquitectos ao longo da história da arquitectura. Posto isto, podemos começar por dizer que estas construções têm uma presença constante ao longo da costa mediterrânica, e são quase sempre compostas por volumes primários, que podem ter pequenas variantes, e cujas superfícies foram polidas e aperfeiçoadas século após século.

Estes volumes são pontualmente escavados por portas e janelas de largura e altura muito precisas, com incrível mestria e inteligência, demonstrando uma escala humana muito controlada. A principal finalidade destes vãos é a de proteger o interior dos espaços do excesso de sol característico do clima dos países do Sul, no entanto, é comum aparecerem elementos que filtram a luz, como portadas ou alpendres, que controlam o excesso de iluminação sem privar a vista da paisagem exterior. Os telhados são planos, geralmente em terraços cujo pavimento é composto por azulejos cerâmicos e sempre de muito pouco declive; para que o prisma que os sustenta domine o conjunto, preservando toda a sua força e pureza.

Due to the precise location of the new project, in the south of Portugal, it was decided to tie the language of the new building to a kind of “Mediterranean” identity. With this, the first intention of the project was to clarify a series of characteristics of this language, already much reused and reinterpreted by several architects throughout the history of architecture. Having said that, we can start by saying that these constructions have a constant presence along the Mediterranean coast, and are almost always composed of primary volumes, which may have small variations, and whose surfaces have been polished and perfected century after century.

These volumes are excavated by doors and windows of very precise width and height, with incredible mastery and intelligence, demonstrating a very controlled human scale. The main purpose of these openings is to protect the interior of the spaces from the excess sun, characteristic of the climate of the South, however, it is common to see elements that filter the light, such as shutters or porches, which control the excess of lighting without depriving the view of the outside landscape. The roofs are flat, generally on terraces whose floor is composed of ceramic tiles and always with very little slope; so that the prism that sustains them dominates the whole, preserving all its strength and purity.